Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

riscos_e_rabiscos

.

.

Gente incompetente não tem direito a dar bitaites!

Fico danada com certas coisas. Principalmente se vem de gente incompetente, com a mania que sabe fazer melhor que os outros mas cujos resultados são sempre fiascos de enfiar a cabeça debaixo da terra!

 

Há uma pinguim na Pinguinolândia que é assim. É uma sacana de primeira e vale-se de ser parente de quem é para obrigar os outros a "calarem-se". Até a pinguim-mor baixa a bolinha. E eu faço parte do rol que tem de engolir alguns sapos (como ela interromper a minha aula por tudo e por nada, largar sentenças, e roubar-me sempre tempo de aula, prejudicando os miúdos) e ter que fechar a boca em algumas situações. E é se quero trabalhar.

 

Hoje peguei nos meus pequeninos, e fui com eles para uma sala onde há computador, para ensaiar a canção da festa final do ano. A meio do ensaio, aparece-me a tal pinguim a meter o nariz, de resto como é prática corrente, já que ela não se enxerga. E toca a dar bitaites para aqui e para ali e a desconcentrar as crianças. Ela adora fazer isto aos alunos dela quando eu estou a explicar algo muito importante. Mas quando é na aula dela, chama nomes aos miúdos, bate-lhes e dá-lhes castigos... Adiante!

 

Eu já estava a começar a ferver, e decidi levar os miúdos para a sala deles. Por causa das constantes intervenções dela, já não conseguia fazer nada com os putos. Quando iamos a sair, estava a pinguim à porta. Fez questão de parar as crianças para lhe dizer:

 

- Ora digam lá a canção sem a cantar...

 

- Ó pinguim, as crianças são muito pequeninas e não é assim que aprendem inglês... elas aprendem as coisas inseridas num contexto... - disse eu quase a deitar fumo pelas orelhas.

 

- Mas elas têm de entender o que estão a dizer...

 

- E estão, pinguim... elas sabem o que estão a cantar, até porque elas já conhecem a canção desde o início do ano...

 

- Elas assim não vão lá...

 

- Vão sim, pinguim. O inglês tem de ser ensinado como eu faço a crianças tão pequenas... - e peguei na miudahem e arranquei antes que me desse três coisas más e lhe espetasse um unha nos olhos.

 

vim para a sala das crianças e voltei a ensaiar as crianças sem música. Não sei se foi devido ao afastamento da influência negativa daquela pinguim ou não mas que os miúdos depois cantaram tudo certinho, cantaram. 

 

E existe uma coisa chamada Lei do Retorno. E esta pibguim que se prepare porque todas as coisas negativas e invejas que ela têm, vão virar-se contra ela. Ah pois é. Pra ela ninguém presta e nem ninguém faz nada bem como já vos disse. É pena é que ela não tenha espelhos para ver que aquilo em que se mete acaba sempre sair tudo mal porque ela quer fazer mil e uma coisa de uma vez, dando o trabalho aos outros porque ela não faz nada, de forma a ser diferente e original. Sai sempre cagada.

 

Quando eu terminei a aula, vieram dizer-me que ela tinha dito nas minhas costas "ela não vai conseguir...". Grande porca! Ela vai engolir o que disse. E eu sei que ela precisava de ajuda numas coisas para o final do ano e até podia dar-lhe uma mãozinha de boa vontade. Mas achm que merece? EU não acho. Ela que se deixe de estar com os dentes ao sol e de missas extras e coisas do género porque assim resta-lhe mais tempo para outras coisas.

 

É uma desorganizada que não consegue concluir nada a tempo. Mas se formos nós já levamos nas orelhas até mais não. E se ela tivesse uma família, filhos e vida cá fora como os outros? Epá, não há paciência!